quinta-feira, 27 de maio de 2010

Nossa maior alegria é ver você feliz!



O gerente chega e diz para ela (de surpresa):

- Eu já cansei disso, todo dia isso se repete, estou cansado...vocês saem lá fora para discutir a relação durante o almoço, tudo bem, isso é uma coisa. Agora, ficar aqui dentro, de tempos em tempos querendo misturar os negócios do mercado com o de vocês, aí a história é outra. Isso atrapalha a produtividade, sabia, Cris?
- Eu sei sim, Clóvis, mas a empresa é parte da minha vida e a minha vida é parte da empresa...não é essa a idéia passada no último seminário motivacional do Tadakio? (ela se referia a palestra dada aos funcionários chamada 'A otimização das relações humanas através da ótica empresarial contemporânea - um novo paradigma na qualidade de vida'). Pelo que entendi a empresa é uma extensão de nós mesmos e nós somos  uma extensão dela, não é?
- Você, não confunda as bolas (rosto ofegante). Eu não tenho nada a ver com os sabores e dissabores do relacionamento de vocês (enquanto dizia isso, mexia na aliança de casado, como se tentasse escondê-la). A  vida pré-conjugal sua não me interessa, o que me interessa são as vendas, que tem caído bastante por causa disso. Você é meu braço direito aqui, por isso é a subgerente (pega Maria Cristina pelo braço enquanto diz isso).
- É você que está confundindo as bolas! ela responde em tom paulatinamente exaltado. Alguns clientes da loja reparam e observam de longe a discussão. Você está é com ciúmes pois soube que comigo não poderia ser...eu nunca poderia ser a filial do seu ego. Parece que não entendeu ainda, eu não sou sua filial! Você se casou com outra, não comigo - "felizmente", pensou Maria Cristina consigo mesma, enquanto esboçava um sorriso disfarçado. Eu não gosto de ser achincalhada, nunca fui, você sabe disso!


**************************************************************************************************************


O sistema de som do supermercado anuncia para os clientes numa voz feminina:
"Prezados senhores clientes do Hipermercado Talarico lamentamos a demora dos caixas, pois temos no momento uma demanda acima da média, o que impossibilita uma agilidade maior; contamos com sua compreensão!"
- Cristina! Eu não vou permitir que se misturem negócios particulares com os da empresa! (Clóvis apertou novamente o braço, desta vez mais forte ainda).
- Me solta, você está dando vexame aqui dentro!
- Vexame maior do que ficar aqui com seu noivinho de ti-ti-ti conversando coisinhas de casamento no expediente?
- Me solta, seu grosso! Isso é assédio sabia? Você está me assediando e assediando meu noivo, mas vou buscar meus direitos. O que você pretende fazer agora, demitir o Luis?
 O monitor de segurança mostra a imagem dos dois um tanto turva e a legenda 'Cam 3, corredor 1, 09:05pm'.
- Não, vocês dois vão fazer isso por mim. Sabe porquê? Porque quando chegar o boletim da matriz semana que vem, nossos indicadores estarão lá embaixo, o que me autorizam a mexer na equipe  e  você e o Luis serão os primeiros a rodar...
- Pode tirar o cavalinho da garoa, Clóvis, você sabe melhor do que eu você é que é o incompetente nesta história, eu e o Luis temos vários prêmios dados pelo Talarico por causa do nosso desempenho...
- Veremos isso, aguardem...deveriam se espelhar em mim, que sou exemplar tanto aqui quanto lá fora; sei administrar a vida pessoal separada da profissional.
Maria Cristina ficou calada, pois sabia que se abrisse a boca, daria margem para a outra discussão. Quem melhor do que ela para dizer que aquilo dito por ele era mentira?
O telefone celular de Clóvis toca. Ele atende:
-Sim, sou eu...olha, não vou poder comparecer à reunião..sinto muito, como estão as notas? Não muito boas...sei, mas a culpa não é minha, posso afirmar. Sim, sei que é importante acompanhar, mas o trabalho, sabe...na próxima quem sabe...de qualquer forma eu passo aí para saber das notas dele...


*************************************************************************************************************


Maria Cristina já está longe quando o colega desliga o celular.  Clóvis faz uma expressão de satisfação e sugere a si mesmo que o recado foi bem entendido pela ex-namorada, que agora pensará duas vezes antes de misturar trabalho e futura família. Ele arruma a gravata onde está pendurado o crachá do Grupo Talarico, onde se pode ler o slogan da empresa: 'Nossa maior alegria é ver você feliz!'

2 comentários :

FABIOTV disse...

Olá, tudo bem? Grupo Talarico? kkk.. É um grupo que passa a mensagem subliminar tal a rico... hehe.. Abraços, Fabio www.fabiotv.zip.net

Marcos Vinicius Gomes disse...

É mesmo! Não tinha reparado nisso. Uma coisa é certa, neste mercado (como todos os outros) deve ter filas enormes...
Abs.